quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

"É hora de investir ainda mais na formação e remuneração de professores ..." Dilma Roussef

Share |
video




PRONUNCIAMENTO DA PRESIDENTA DILMA 10/02/2011


“Queridas brasileiras e queridos brasileiros, nossos jovens estão de volta às aulas. A abertura do ano escolar é sempre uma festa de alegria, de fé, de esperança. É com esse sentimento que saúdo os estudantes, seus pais e muito especialmente todos os professores brasileiros. Estou aqui para reafirmar meu compromisso com a melhoria da educação e convocar todos os brasileiros e brasileiras para lutarmos juntos por uma educação de qualidade.

Vivemos um momento especial de nossa história. O Brasil se eleva com vigor a um novo patamar de nação. Temos, portanto, as condições e a imensa necessidade de darmos um grande salto na qualidade do nosso ensino. Um desafio que só será vencido se governo e sociedade se unirem de fato nesta luta com toda força, coragem e convicção.

Nenhuma área pode unir melhor que a educação, nenhuma ferramenta é mais decisiva que ela para superarmos a pobreza e a miséria. Nenhum espaço pode realizar melhor o presente e projetar com mais esperança o futuro do que uma sala de aula bem equipada, onde professores possam ensinar bem e alunos possam aprender cada vez melhor.

É neste caminho que temos que seguir avançando com passos largos. É hora de investir ainda mais na formação e remuneração de professores, de ampliar o número de creches e pré-escolas em todo o país, de criar condições de estudo e permanência na escola para superar a evasão e a repetência e muito especialmente acabar com essa trágica ilusão de ver aluno passar de ano sem aprender quase nada.

É hora de fazer mais escolas técnicas, de ampliar os cursos profissionalizantes, de melhorar o ensino médio e as universidades e aprimorar os centros científicos e tecnológicos de nível superior. É hora de acelerar a inclusão digital, pois a juventude brasileira precisa incorporar, ainda mais rapidamente, os novos modos de pensar, informar e produzir, que se espalham por todo o planeta.

Em suma, esta é a grande hora da educação brasileira. Isso só será possível se cada pai, cada aluno, cada professor, cada prefeito, cada governador, cada empresário, cada trabalhador tomar para si a tarefa de acompanhar, discutir, cobrar, propor e construir novos caminhos para nossa educação.

Como presidenta, como mãe e avó darei tudo de mim para liderar esse grande movimento. Queridas brasileiras e queridos brasileiros, pouco mais de um mês depois de assumir a presidência, tenho algumas coisas a anunciar na educação.

Vamos lançar ainda neste trimestre o programa Nacional de Acesso à Escola Técnica, o Pronatec, que entre outras vantagens levará ao ensino técnico a bem sucedida experiência do ProUni [Programa Universidade para Todos]. Estamos também acelerando a implantação do Plano Nacional de Banda Larga, não só para que todas as escolas públicas tenham acesso à internet como também para que no médio e longo prazo a população pobre possa ter internet em sua casa, no seu pequeno negócio a preço compatível com sua renda. Informo também que o governo está tomando medidas para corrigir e evitar falhas no Enem [Exame Nacional do Ensino Médio] e no Sisu [Sistema de Seleção Unificada], pois é fundamental aperfeiçoar a aumentar a credibilidade destes instrumentos, que são muito importantes na avaliação do aluno e da escola e, portanto, na melhoria da qualidade do ensino.

Para concluir, reafirmo que a luta mais obstinada do meu governo será o combate à miséria. Isso significa fortalecer a economia, ampliar o emprego e aperfeiçoar as políticas sociais. Isso significa, em especial, melhorar a qualidade do ensino, pois ninguém sai da pobreza se não tiver acesso a uma educação gratuita, contínua e de qualidade. Nenhum país igualmente poderá se desenvolver sem educar bem os seus jovens e capacitá-los plenamente para emprego e para as novas necessidades criadas pela sociedade do conhecimento. País rico é país sem pobreza.

Este será o lema de arrancada do meu governo. Ele está aí para alertar permanentemente a nós, do governo, e a todos os setores da sociedade que só realizaremos o destino de grandeza do Brasil quando acabarmos com a miséria. Sem dúvida essa é uma tarefa para toda uma geração, mas nós temos determinação para realizar a parte importante que falta, para que a única fome neste país seja a fome do saber, a fome de grandeza, a fome de solidariedade e de igualdade e para que todos os brasileiros possam fazer da educação a grande ferramenta de construção do seu sonho. Muito obrigada e boa noite.”

3 comentários:

  1. É o que todos os brasileiros esperam: que a educação seja reconhecida e tratada com o respeito que merece, pois somente assim se alavancará o verdadeiro crescimento do Brasil, ou seja, aquele que atingirá uma maior parcela da população em todas as camadas.

    ResponderExcluir
  2. Fiquei muito contente em ver nossa presidente reafirmando seu compromisso de campanha e espero que saia o mais breve possível das palavras...
    Esse país surpreenderá o mundo quando a educação de qualidade estiver presente em todos os cantos...
    Temos muita riqueza, trabalhadores, solo fértil, espaço e diversidades. O que nos falta é um povo tratado com respeito e educado como merece...
    Sem essa tão falada "Educação de qualidade" já conseguimos atingir o patamar que atingimos, quando ela estiver presente nas ações do governo e nas mentes de todos os cidadãos ninguém vai conseguir segurar esse país...
    Quando eu era mais jovem duvidei que um dia pudesse assistir meu país se destacar no mundo...
    Ainda é um sonho, porém um sonho que está ao nosso alcance...
    Grande abraço
    Luciano Gallo

    ResponderExcluir
  3. Caro Luciano

    Espero que a nossa Presidenta, finalmente transforme o o discurso em prática.

    O Brasil precisa urgentemente de um projeto político pedagógico unificado, pois não será possível ter uma educação pública de qualidade, enquanto a gestão da educação básica ficar entregue aos municípios, com cada prefeito usando a educação para alavancar votos. Educação não é favor, é direito.

    Sonho,quero e apoio a federalização da educação.

    Tenha uma ótima semana!

    Abraços

    Graça Aguiar

    ResponderExcluir