domingo, 15 de setembro de 2013

Aderir, ou não aderir à greve?

Share |

Participar ou não participar da greve, este é o dilema do professores contratados em tempo de greve. O que fazer nesta situação? Enfrentar a luta por melhores condições de trabalho e perder o contrato, ou não participar na tentativa de se manter empregado.


Estou ciente das dificuldades de um contratado, entretanto essa luta é necessária e vai beneficiar também o professor que se encontra nesta situação por dois motivos: primeiro exigindo que a rede acabe com a carência crônica de professores, o que em tese vai propiciar novas contratações; segundo estamos tentando acabar com a vergonhosa indústria do concurso, porque há milhares de professores aprovados que não são chamados, e estão tendo que se submeter à corda bamba da contratação. 

A greve está reivindicando a mudança da política administrativa da rede estadual e também luta pela manutenção de direitos adquiridos, o que futuramente vai beneficiar quem, no momento, é contratado, porque esse docente certamente vai fazer concurso e, se Deus quiser, vai entrar na rede. Detalhe importante, a pauta dessa greve, sinaliza para a ampliação do quadro de professores em função das seguintes reivindicações: uma matrícula, uma escola: o retorno da grade curricular de 2003, nenhuma disciplina com menos de 2 tempos semanais; retirada do projeto autonomia e do NEJA que estão funcionando apenas com um professor para todas as disciplinas; o fim do processo de otimização de turmas; o fim da política de fechamento de escolas e também o 1/3 do tempo de planejamento, etc. Essa ampliação do quadro de docentes, que também é extensiva aos funcionários administrativos, é um dos pontos que está provocando impasse nas negociações, pois a Seeduc alega que terá que ter no mínimo, 5 anos, para fazer essas mudanças decorrente do atendimento das reivindicações acima citadas. 

Outra questão importante a ser considerada, é que a nossa luta está sendo contra a privatização da rede estadual o que é uma garantia para o contratado que poderá no futuro ingressar no funcionalismo público, porque a escola pública continuará existindo. 

Sei que você tem suas razões e respeito e defendo o seu direito, entretanto se te for possível, faça esse sacrifício, porque a vitória vai te beneficiar, há momentos na vida que temos que perder para ganhar. Por outro lado, a posição do contratado, com ou sem greve é instável, pois a qualquer momento um concursado pode aparecer, a escola onde você trabalha pode ser fechada, ou então, as suas turmas podem ser otimizadas e você perder o seu emprego. 

Cabe a você, refletir sobre a sua situação e se ver se vale a pena se arriscar com perspectivas de vitória ou se é melhor não se arriscar, mas continuar vulnerável. 

Entenda, estou do seu lado e, mesmo sendo contratado, o considero como um colega e quero ter ver aprovado em um concurso sendo funcionário da rede, o objetivo desta chamada (foto) não é julgar ou condenar os não grevistas, o que eu pretendo é provocar uma reflexão a respeito das vantagens e da validade da greve.

domingo, 8 de setembro de 2013

Quando a greve dos professores vai acabar?

Share |



CERTAMENTE NÃO É PELOS 20 CENTAVOS!!!!

TODO MUNDO DIZ QUE OS ALUNOS SÃO OS MAIORES PREJUDICADOS PELA GREVE!

NINGUÉM SE IMPORTA COM :


TURMAS SUPER LOTADAS OU ALUNOS ABANDONANDO A ESCOLA E NINGUÉM INDO ATRÁS PARA CONVENCE-LOS A VOLTAR E CONTINUAR OS ESTUDOS!

ALUNOS CHEGANDO AO ENSINO MÉDIO SEM SABER LER E ESCREVER COM AUTONOMIA, 

AULAS COMEÇANDO COM 40 MINUTOS DE ATRASO PORQUE NÃO TEMOS PESSOAL RESPONSÁVEL PELOS EQUIPAMENTOS (MOBILIDADE, LIMPEZA E MANUTENÇÃO)  

.E QUANDO HÁ EQUIPAMENTO, NÃO TEM TOMADA, NÃO TEM EXTENSÃO NÃO TEM ADAPTADOR;

AULAS PLANEJADAS SENDO INTERROMPIDAS PARA QUE OS ALUNOS SEJAM DISPENSADOS PARA  "PAPOS DE RESPONSA" COM AGENTES POLICIAIS NA ESCOLA

TURMAS INTEIRAS SENDO APROVADAS E RECEBAM NOTAS EM DISCIPLINAS ONDE NÃO TIVERAM NEM PROFESSOR

QUE ALUNOS REPROVADOS FAÇAM PROGRAMAS DE RECUPERAÇÃO EM FORMA DE "DEPENDÊNCIA" ONDE O PROFESSOR RESPONSAVEL NÃO CUMPRE A CARGA HORÁRIA E MINISTRE OS CONTEÚDOS OBRIGATÓRIOS DO CURSO POIS NÃO RECEBEM PELO TRABALHO EXTRA, NÃO HÁ HORÁRIO NELA SALA DE AULA DISPONÍVEL, NÃO EXISTE NEM DIÁRIO DEM REGISTRO OFICIAL...EMBORA SEJAM MUITOS, OS ALUNOS EM DEPENDÊNCIA NÃO ESTÃO NA LISTAGEM DO CONEXÃO DA SEEDUC...E SÃO APROVADOS NA BASE DO "FAZ DE CONTA"...NINGUÉM SE IMPORTA QUE A SEEDUC NÃO LHES OFEREÇA NEM O CURRÍCULO MÍNIMO OBRIGATÓRIO!

ALUNOS RECEBENDO OS LIVROS ENVIADOS PELO MEC SOMENTE NO 2º SEMESTRE PORQUE NÃO EXISTE AGENTE ADMINISTRATIVO SUFICIENTE PARA ATENDER AS DEMANDAS DA ESCOLA

COM ALUNOS DO FUNDAMENTAL PRESOS EM SALAS LONGE DO PÁTIO (ONDE PODIAM BRINCAR E CORRER) PORQUE A ESCOLA NÃO TEM INSPETORES DE TURNO PARA ATUAR COMO ANIMADORES E MEDIADORES DAS BRINCADEIRAS NO PÁTIO;

SALAS DE INFORMÁTICA INOPERANTES POR FALTE DE PESSOAL, EQUIPAMENTOS ESTRAGANDO SEM SER USADOS E SEM GENTE PARA MANUTENÇÃO!

O SISTEMA DE CLIMATIZAÇÃO SEM LIMPEZA PERIÓDICA ADEQUADA EM UM ESTADO QUE É CAMPEÃO EM TUBERCULOSE!

CURSOS NOTURNOS REGULARES SENDO EXTINTOS IMPEDINDO O JOVEM E ADULTO DE BUSCAR FORMAÇÃO QUE O QUALIFIQUE EXAMES DE SELEÇÃO E INGRESSO EM CURSOS SUPERIORES

FALTA DE PROFISSIONAL QUALIFICADO NA BIBLIOTECA PARA AUXILIÁ-LOS EM SUAS PESQUISAS E ZELANDO PARA MANUTENÇÃO E ATUALIZAÇÃO DO ACERVO

FALTA DE ORIENTADOR PEDAGÓGICO EM NÚMERO SUFICIENTE COM QUEM POSSA CONVERSAR E BUSCAR APOIO NA MEDIAÇÃO DOS PROBLEMAS CASA/ESCOLA, TRABALHO/ESCOLA, PROFESSOR/ALUNO. ALUNO/ALUNO, ETC

A PRESENÇA DE POLICIAIS NA ESCOLA TRATANDO ALUNOS COMO "ELEMENTOS", USANDO LINGUAGEM "DE RUA", ANDANDO PELO PÁTIO COMO SE FOSSEM INFRATORES...POLICIAIS QUE GANHAM 150 COMO BICO E NÃO SÃO PREPARADOS PARA PRÁTICAS EDUCATIVAS.

NINGUÉM SE IMPORTA COM ALUNOS SENDO APROVADOS POR CONSTRANGIMENTO, PARA MANTER ESTATÍSTICAS E POLÍTICAS DE BONIFICAÇÃO!

QUE OS SEUS PROFESSORES NÃO TENHAM TEMPO SUFICIENTE PARA LER E CORRIGIR SUAS PRODUÇÕES PORQUE O ESTADO NÃO LHES GARANTE NEM SALÁRIO SUFICIENTE PARA DEDICAÇÃO EXCLUSIVA E NEM O 1/3 DE HORAS PARA PLANEJAMENTO...E COM O ACUMULO DE TAREFAS, SÃO OBRIGADOS A IMPROVISAR E DEIXAR DE ATENDER AS NECESSIDADES E DÚVIDAS DOS ALUNOS

NINGUÉM SE IMPORTA SE A ESCOLA NÃO TEM O NÚMERO SUFICIENTE DE COORDENADORES E POR ISSO, OS QUE ALI ESTÃO ACUMULAM TAREFAS QUE NÃO LHES DIZ RESPEITO E DEIXAM DE FAZER O TRABALHO DE COORDENAÇÃO ENTRE AS DIFERENTES ÁREAS E ENTRE OS DIFERENTES PROFESSORES DE MESMA ÁREA...

E POR ISSO, OS PROFESSORES NÃO FAZEM PLANEJAMENTO PERIÓDICO ADEQUADO AS NECESSIDADES DO ALUNO, NEM DA ESCOLA, NEM DA COMUNIDADE ONDE ESTÁ INSERIDA...TRABALHAM DESCONECTADOS E ISOLADOS, NÃO CONSTROEM PROJETOS POLÍTICO PEDAGÓGICOS DE VERDADE...

NOSSOS ALUNOS ESTEJAM RECEBENDO UMA EDUCAÇÃO BANCÁRIA DOMESTICADORA (TREINAMENTO) AO INVÉS DE UMA EDUCAÇÃO EMANCIPATÓRIA; 

QUERO DIZER A VOCES, MEUS QUERIDOS ALUNOS, QUE LUTO PARA QUE ESSA ESCOLA LHES OFEREÇA O QUE QUERO PARA OS MEUS FILHOS, PORQUE NADA AQUI É DE GRAÇA. ESSA ESCOLA É PAGA E MUITO BEM PAGA....E, É CLARO, PORQUE VOCES MERECEM!!!


UM GRANDE E SAUDOSO BEIJO!


Profª ILANA






quinta-feira, 5 de setembro de 2013

TEMOS QUE DAR UMA RESPOSTA AO GOVERNANDOR

Share |
 
As cenas de truculência protagonizadas pela Polícia Militar foram uma ofensa a todos os professores. 
Esse é o momento da categoria mostrar a sua união e solidariedade, aderindo à greve e mostrando para o Brasil que educação não pode ser tratada como caso de polícia. 
Se omitir diante desse absurdo é uma falta de respeito e consideração para com os colegas e a educação. A sua imobilidade será uma violência maior do que a praticada pelos soldados da tropa de choque, porque a traição é mais dolorosa do que a repressão física, pois é sentida na alma.

JUNTOS SOMOS FORTES!
 

A VIOLÊNCIA DO ESTADO CONTRA OS PROFESSORES

Share |

A PARCERIA SUJA ENTRE A MÍDIA E O ESTADO CONTRA A EDUCAÇÃO PÚBLICA.

Share |

É uma vergonha, ver a verba da educação, os impostos dos contribuintes, utilizados para pagar matérias mentirosas para jogar a população contra os professores que estão apanhando nas ruas para acabar com esses absurdos.

O terrorismo e a manipulação da mídia continuam!

Por que nunca foi publicada uma reportagem sobre a aprovação automática praticada pelo município, desde a gestão de César Maia e continuada por Eduardo Paes?
Por que não fazem uma matéria com um aluno do Projeto Autonomia Carioca ou do Projeto Autonomia questionando esses dois projetos vendidos pela Fundação Roberto Marinho ao município e ao estado por milhões de reais?



terça-feira, 20 de agosto de 2013

GREVE DA REDE MUNICIPAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

Share |


Parabéns a todos os colegas da Rede Municipal do Estado do Rio de Janeiro!

COMÉRCIO E ENGANAÇÃO

Share |
 
Há verbas para a educação, entretanto ela não é investida nas escolas, seu destino são os cofres da FUNDAÇÃO ROBERTO MARINHO. O TELECURSO 1º e 2º grau, exibidos na TV aberta, quando comprados pelas secretarias de educação, recebem o pomposo nome de PROJETO AUTONOMIA e estão sendo utilizados para aumentar, artificialmente, os índices de aprovação da rede municipal e estadual.

Cada turma desses projetos, contam apenas com 1(um) professor para todas as disciplinas, os alunos assistem o vídeo do TELECURSO e fazemos exercícios das apostilas. Desta forma, economizam reduzindo o número de professores, aumentam o IDEB se livrando dos alunos com defasagem e engordam as contas da FUNDAÇÃO ROBERTO MARINHO.
 
Os tentáculos da FUNDAÇÃO ROBERTO MARINHO, sobre as verbas da educação estão presentes em diversos estados e municípios do país. A parceria criminosa beneficia prefeitos e governadores na fabricação de estatísticas falsas sobre a qualidade da educação. 
A prioridade não é a educação, é o comércio e o marketing eleitoral. 


segunda-feira, 19 de agosto de 2013

GREVE REDE MUNICIPAL / RJ - CONVOCAÇÃO

Share |

GREVE: UM ATO DE AMOR

Share |

Há muitas pessoas que se assustam, só em ouvir a palavra greve. Essa reação está relacionada com a imagem que ao longo do tempo foi construída em torno desse ato, com o intuito de criminalizá-la, transformando assim a luta dos trabalhadores em algo criminoso, de forma a preservar a exploração milenar dos empregados pelos patrões. 

Frequentemente associada ao comunismo, a sua imagem se torna ainda mais denegrida no imaginário popular. Em pleno século XXI, essa campanha de criminalização da greve prossegue sendo feita pela mídia e pelas autoridades. É vista como um ato criminoso e egoísta que prejudica toda a sociedade em função da ganância e da irresponsabilidade daqueles que a promovem. 

Observem que basta uma categoria entrar em greve, para a mídia imediatamente publicar entrevistas de cunho sentimentaloide, mostrando os cidadãos prejudicados pela greve em curso e entrevistas com as autoridades que se esmeram em mostrar que a greve é ilegal, desnecessária e prejudicial, reforçando no imaginário coletivo a imagem da greve é um ato de egoísmo e irresponsabilidade dos participantes, e sempre que possível, se nega a publicar uma entrevista ou uma reportagem com os grevistas para saber o que os motivaram a partir para esse ato extremo e quais são as suas reivindicações. Propositalmente, em momento algum mencionam que a greve é um ato legal, plenamente, garantido pela Constituição Brasileira.

Entretanto, a greve como qualquer manifestação de protesto contra os abusos praticados contra a população é um ato de amor ao próximo. Sair do conforto de sua casa para participar de uma greve ou um ato de protesto, exige desprendimento, disposição para ajudar, boa vontade e preocupação com o outro. Enfrentar riscos - em função da repressão truculenta comum nesses eventos - para defender causas e bandeiras que dizem respeito ao bem estar da coletividade é um ato de amor, incapaz de ser compreendido e aceito por aqueles que são individualistas e egoístas. 

A greve dos professores, além de ser um ato de amor ao próximo é também, uma prova de amor e respeito à educação. Enfrentamos toda a sorte de obstáculos em uma greve para obtermos conquistas que vão beneficiar toda a sociedade, como exemplo: os aposentados, os alunos atuais e os futuros e também os colegas que não estão participando da greve. É o amor ao próximo que nos dá forças, coragem e resistência para enfrentarmos a tortura psicológica feita pelos prefeitos e governadores que nos ameaçam com o corte do ponto e até com a exoneração, como é o caso da greve atual, que nos dá ânimo para enfrentar a campanha vergonhosa e covarde que a mídia - regiamente paga pelo governo - promove para jogar a população contra a categoria, sem contar a revolta dos pais e alguns alunos que nos acusam, injustamente, pelo prejuízo que lhes causamos ao entrarmos em greve.

O cansaço físico, mental e psicológico é brutal em uma greve, entretanto a solidariedade dos companheiros e a certeza de que estamos defendo uma causa justa nos ajudam a seguir em frente e continuar a luta.

Avante companheiros que essa luta é minha e sua!!!!
JUNTOS VENCEREMOS!!!!

domingo, 14 de julho de 2013

Educação Pública: campo de extermínio de alunos e vocações

Share |





Não podemos ignorar o fato de que o aluno é a maior vítima desse sistema cruel e desumano em que se transformou a educação pública. 

Todos, professores e alunos, estão em um campo de extermínio, em que de forma premeditada, todas as vítimas são transformadas em antagonistas, pois não há interesse em melhorar as condições da população de baixa renda, já que a miséria é lucrativa politicamente. 

Pagam um salário miserável aos professores de forma a quebrar a sua resistência e impedi-los de se dedicar à educação; diante do estresse provocado pela falta de condições e pela violência dos alunos endossada pelo poder público, colocam professores e alunos em guerra permanente; como se não bastassem todas essas atrocidades, dividem a categoria para nos enfraquecer e quebrar a nossa resistência com o propósito de não permitir que através da solidariedade e da união se desmascare essa farsa hedionda. 

Temos que deixar de ver apenas a cena que está acontecendo no palco e nos concentrar nas ações desenvolvidas nos bastidores. O "inimigo" não é o aluno violento e desestruturado ou o outro professor, é o sistema.

Precisamos nos unir e exigir que os gestores municipais, estaduais e federais cumpram a Constituição respeitando o direito à educação de qualidade. 

Temos que ter em mente que o presidente, o ministro, os senadores, os deputados federais, os governadores, os deputados estaduais, os prefeitos, os vereadores e os secretários de educação são os responsáveis por todas essas mazelas. Vamos nos unir e lutar contra os verdadeiros "inimigos da educação".

sábado, 13 de julho de 2013

RECESSO ESCOLAR - JUL 2013

Share |

sábado, 6 de julho de 2013

EDUCAÇÃO NÃO É INFORMAÇÃO E ENTRETENIMENTO

Share |


As empresas de comunicação, através das parcerias são responsáveis por diversos projetos educacionais implantados na rede pública em todo o país. Boa parte da população desconhece essa realidade e os prejuízos provocados essa intromissão.
Parte considerável das verbas destinadas à educação estão indo engordar as contas destas empresas, enquanto a qualidade da educação pública diminui a cada dia.

Nós professores, esperamos que a sociedade tome consciência deste fato e nos ajude a proteger a educação pública que está ameaçada pela ganância e pela irresponsabilidade.

Saiba mais sobre esse assunto acessando os links abaixo:
http://www.direitoacomunicacao.org.br/content.php?option=com_content&task=view&id=6115
http://www.seperj.org.br/ver_noticia.php?cod_noticia=2758

domingo, 16 de junho de 2013

segunda-feira, 10 de junho de 2013

sábado, 1 de junho de 2013

SEM MAQUIAGEM: A EDUCAÇÃO DE CARA LAVADA

Share |

 A Educação Pública virou espetáculo de terror para os alunos e professores e em espetáculo midiático para políticos sem escrúpulos. Na busca desenfreada por estatísticas para alavancar futuras candidaturas, prefeitos e governadores investem pesado no marketing para maquiar resultados e mostrar, que em suas gestões, a educação avançou em matéria de qualidade, entretanto sob a custosa fachada, a educação agoniza e se deteriora.

A evasão resolve-se com o fechamento de escolas; o desempenho para mostrar a "qualidade" é obtido através promessas de bônus; de condicionamentos, feito com apostilas sem qualidade; provinhas, provas e provões para a alegria das fundações e ONGS que exploram esse rico filão. De norte a sul, a realidade é a mesma, só muda a nomenclatura.

O analfabetismo funcional avança inviabilizando todas as possibilidades de aproveitamento no ensino médio e condenando o futuro de milhares de estudantes. A aprovação automática, oficial ou na base da pressão é o caminho encontrado para alavancar os índices de certificação no ensino fundamental e no médio e aumentar o índice de aprovações para subir no ranking do IDEB, tudo maquiagem para enganar os eleitores.

Na propaganda os professores são bem remunerados, trabalham em instalações confortáveis e bem equipadas, sorridentes e bem remunerados.

Fora da propaganda, as escolas não possuem o glamour dos estúdios: as salas estão superlotadas, mal iluminadas com a pintura caindo aos pedaços, sem equipamentos em quantidade suficiente para atender a todos os alunos. Os professores, do mundo real, são mal remunerados, acumulam imensas perdas salariais sob a cantilena intolerável da promessa de bônus e estão acuados pela burocracia e a pressão para cumprir metas inatingíveis.

A qualidade da educação não importa. O que importa é criar eventos para a autopromoção, desperdiçando verbas,enquanto nas escolas faltam verbas para a compra de materiais essenciais para o trabalho cotidiano.

Cansados de viver essa mentira, os professores da rede municipal, indignados repudiam a festa de premiação que terá, como grande atração, o show do cantor Naldo, oferecida pelo prefeito Eduardo Paes, expondo na seção de comentários a triste realidade da educação pública, na cidade maravilhosa. Leiam os comentários e vejam a educação do município do Rio de Janeiro, de cara lavada, sem maquiagem.

 
fbna há 56 minutos



Queremos festejar a valorização do professor, do funcionário público; educação, transporte e sistema de saúde de qualidade p a população; ruas limpas; trânsito fluindo... E queremos fazer isso c o nosso dinheiro,de acordo c o nosso gosto pessoal. Festas supervalorizadas p comemorar alcance ilusório de metas não nos interessa.

INSATISFEITO há 1 hora

QUE GRACINHA ESSA FESTA. CONTINUA ENGANANDO A POPULAÇÃO E MOSTRANDO QUE É O BONZINHO!!!!!!!!!

Brenda há 1 hora



Professores são meros expectadores de ordens dadas. É a volta da ditadura. Provas elaboradas pela Secretaria de Educação, Cadernos Pedagógicos cheios de erros para que os professores trabalhem com seus alunos. Visa-se um deslumbrar de uma cidade sem analfabetos. Mascara-se resultados. Festa acontece? VERGONHA.


Aninha há 1 hora



1,2,3,4... PRA FICAR MANEIRO NOSSO SALÁRIO TÁ LÁ EMBAIXO! vergonhoso, Sr. Prefeito!



Hana há 1 hora



Professores aproveitam esse canal e pedem socorro. A Educação morre e os culpados festejam. PRECISAMOS SER OUVIDOS.



Rosane Machado Barranco há 1 hora



Fecham-se portões,abre-se festa, paradoxo.Nosso salário nem reajuste teve, nossos direitos cassados por essa gestão,mas a festa acontece. Comemora-se o quê? O fracasso de uma Educação reduzida a pó por conta do autoritarismo e da incompetência. VERGONHA! ABSURDO! ABUSO DE PODER!



MARALUCIA há 4 horas

AOS SERVIDORES......SOCO NA CARA! ESSE É O PREFEITO DO RIO....MAIS UM SHOW COM VERBA PÚBLICA! QUEM PAGA A CONTA? SAÚDE E EDUCAÇÃO !

Memoria há 4 horas

Cadê o MP para investigar o dinheiro que está bancando essa festa? Será dinheiro desviado da Educação, da Saúde, das Obras Públicas? Aliás, não há sequer motivos para festejar, porque esses "sucessos" não são reais, são uma belissima propaganda enganosa. E, se essa festa rolar mesmo, a própria chegada ao Barra Music vai ser uma demonstração das contradições que assolam o Rio de Janeiro; afinal o trânsito ali é a sucursal do inferno!

Rosane Machado Barranco há 4 horas

A grande atração dessa festa é a constatação do péssimo desempenho do Sr. prefeito e de sua secretária. Metas... Q metas? Aprovação para que todos achem que em nosso município tudo está bem? Dinheiro nosso gasto em festa e fartura nas escolas.Sim! Fartura! "Farta" tudo até papel higiênico.



Rosi há 6 horas

Comemorar resultado fake?? Hipocrisia, a gente vê por aqui!

Rosiane Espinola há 6 horas

Absurdo!!! Aêe, sociedade! Dinheiro público jogado no lixo! #paesnãomerepresenta


Alexandra Costa Lima Ferreira há 7 horas

:poop: para festa que a prefeitura tá organizando!

Laura Regina S. M. Grisolia há 8 horas

A prefeitura não pode usar o dinheiro público com "festas" enquanto falta tanto nos postos de trabalho. ISSO É NO MÍNIMO CRIMINOSO !!! Mas acho uma excelente oportunidade de mostrar para toda a população carioca o espetáculo patético que essa prefeitura faz com o dinheiro público. Enquanto que para a EDUCAÇÃO NADA !!! Os profissionais de EDUCAÇÃO nunca foram tão massacrados como nessa atual gestão. Gastam o dinheiro público com "materiais pedagógicos" DE PÉSSIMA QUALIDADE! Comemorar o que???

Tabata Kitaoka há 8 horas

Piso inicial de professores ABAIXO DE DOIS SALÁRIOS MÍNIMOS ,professores com trinta anos de caso se aposentando R$1,800,00 e esse prefeito tem coragem de fazer festa para os servidores. ELE SEQUER OBEDECE A LEI DO PISO NACIONAL!!!! E GASTA DINHEIRO NOSSO COM NALDO!!!

Linda há 8 horas

É um absurdo o que essa prefeitura está fazendo com o dinheiro público !!! Enquanto os profissionais de EDUCAÇÃO trabalham em péssimas condições, sendo massacrados e obrigados a utilizar um "material pedagógico" DE PÉSSIMA QUALIDADE, agora gasta com "festas". Falta de TUDO os postos de trabalho e a prefeitura gasta com festas". E para a EDUCAÇÃO NADA !!!!

Cacau há 8 horas

Que isso !!! As escolas em péssimas condições, professores ganhando menos q um gari, apostilas TODAS ERRADAS. Na apostila de HISTORIA enviada pela PCRJ/SME o JAPÃO SUMIU !! Isso mesmo caro leitor, seu filho, aluno das escolas municipais, procura o Japão e não vai achar na apostila e sabe pq?? Pq a SME manda um material de péssima qualidade. A única meta q foi batida aqui foi a de DESPERDICIO DO DINHEIRO PÚBLICO.

No que concerne à Educação, nós, professores, sabemos que as metas foram alcançadas por meio da maquiagem dos resultados, haja vista que direções e professores são praticamente obrigados a aprovarem alunos com péssimo rendimento.

Breno Mendes há 7 horas

E os professores não foram convidados

Breno Mendes há 7 horas

BRT, o engodo da década, resolveu o problema do trânsito pra quem? Trabalhadores na ...IDE IDEB IDERIO, AUTONOMIA, ACELERA, MAIS EDUCAÇÃO, enfim, projetinhos de ...Apostilas CUSPIDAS, nem limpo a casa com aquilo, cheias de erro, educação de ...UPP, política de segurança pra turista de Copa e Olimpíada. A Cidade Partida de Zuenir era uma visão do futuro...vá à zona oeste e veja os fuzis dos bandidos, segurança de ...

Maracanã superfaturado, retirada a cobertura que era tombada pelo IPHAN, vendido a preço de banana para Odebretch/Eike, tão caro que nenhum time jogará mais lá, futebol na ...

Breno Mendes há 7 horas

Retiram o autódromo da barra, que estava perfeitamente localizado na Barra, e os pilotos ficam na ...Destróem o Velódromo do Pan 2007, novinho, e os atletas que começaram a pedalar à época e que iam pra Rio 2016 (a pista foi triturada e virou concreto), ficaram na ...

Naldo? Isso é prêmio ou castigo??? Os professores do município não querem premiação alguma, queremos respeito! Ao nosso trabalho, à nossa profissão, aos nossos alunos e à Educação pública! Não buscamos atingir metas, buscamos realizar bem nossa tarefa, e o melhor reconhecimento para essa ação será bons salários e condições dignas de trabalho!

Breno Mendes há 7 horas

Copa de ...Tribunais de contas municipais, estaduais, federal, vendidos, fingindo fiscalizar algo, de ...Argumentos olímpicos e pan americanos, de legado e legado, de ...Condomínios de minha casa minha vida, feitos sem coluna, nos bairros mais distantes da cidade, beirando a av. Brasil, sem comércio, escolas, nada no entorno, nem obras de esgotamento, prédios de ...

Breno Mendes há 7 horas

Educação de M**DA!

Rosi há 7 horas

Absurdo! Essa comemoração não representa os profissionais da Educação. Queremos investimento sério em valorização profissional!! Chega de hipocrisia, Sr. prefeito #pãoecirconãomerepresenta.

Laura Regina S. M. Grisolia há 7 horas

Acho um ABSURDO a Prefeitura gastar o dinheiro público com festas enquanto falta de tudo nos postos de trabalho!!! Os profissionais de EDUCAÇÃO trabalham em péssimas condições e estão sendo dia a dia MASSACRADOS pela atual gestão. Enquanto isso a prefeitura gasta o dinheiro público com "festas" e para a EDUCAÇÃO ???? NADA !!!! LAMENTÁVEL !!!!

Fonte:http://extra.globo.com/emprego/servidor-publico/naldo-sera-grande-atracao-da-festa-de-premiacao-dos-servidores-municipais-que-bateram-as-metas-em-2012-8548376.html